Astrônomos descobrem exoplaneta capaz de abrigar a vida

Os astrônomos parecem estar mais perto do que nunca de achar um substituto ideal para o planeta Terra.

Um grupo de pesquisadores do Centro de Astrofísica Harvard-Smithsonian e do Instituto de Astronomia Max Planck descobriram um exoplaneta com todos os ingredientes necessários para ser habitável e é a distância perfeita de seu sol, nem muito longe nem muito perto, para ter água em estado líquido em sua superfície e com uma massa adequada para suportar a vida .

O HD85512b está a apenas 36 anos-luz da Terra, girando em torno de uma anã laranja na constelação de Vela, ele possui uma órbita circular de seu Sol o que permite manter a temperatura estável.

O candidato a “nova Terra” foi descoberto com a ajuda do espectrógrafo High Accuracy Radial velocity Planet Searcher (HARPS), que está instalado no Observatório Europeu do Sul (ESO), localizado no Chile e passou a encabeça a lista dos planetas habitáveis com maior semelhança com nosso, superando o Gliese 581d.

Sua atmosfera é diferente da dos planetas gigantes onde predominam o hidrogênio e o hélio, sendo possivelmente formada por oxigênio e nitrogênio.
“Comparado com o nosso Sistema Solar o planeta estaria um pouco mais longe do que Vênus em comparação ao nosso sol”, disse Lisa Kaltenegger, principal autora dos estudos.

O que resta é determinar a cobertura de nuvens do HD85512b. A Terra por exemplo tem 60%, os astrônomos dizem que no caso do novo planeta 50% seria o bastante para refletir a energia solar suficiente para evitar que a água evapore da superfície por superaquecimento. Infelizmente, as ferramentas para determinar isso ainda não existem, nem uma sonda espacial com tecnologia capaz de chegar até lá.

Por enquanto o jeito é tentar cuidar melhor do nosso planeta, pois ele é e continuará sendo a nossa única casa…

[via Fayerwayer @nationalgeographic]
Compartilhe Também:

Comentários(3)

Deixe seu comentário