Google é denunciado por se auto favorecer em resultados de pesquisas


O Ministério da Justiça divulgou que o Google foi denunciado por conduta anticompetição na Internet brasileira pela empresa E-Commerce Media, responsável pelo comparador de preços Buscapé.
A denúncia foi apresentada à Secretaria de Direito Econômico, segundo anúncio publicado na última quarta-feira (21/12) e afirma que o Google está favorecendo artificialmente seu próprio comparador de preços, o Google Shopping, no resultado de suas buscas orgânicas feitas no país.

A E-Commerce Media argumenta que apenas ao Google Shopping é dado o direito de “divulgar imagens de produtos, apontar avaliações, comentários, número de lojas anunciantes e até mesmo preços no resultado de pesquisa do buscador”. A denúncia diz ainda que o serviço do Google, desde o início de seu funcionamento no Brasil, “ vêem aparecendo com elevada frequência nas primeiras posições dos resultados do Google”.
Fato considerado inusitado para um produto recém-lançado, o que poderia apontar para uma distorção no algoritmo de busca do Big G, segundo a nota divulgada pelo Ministério da Justiça.

A E-Commerce Media diz que o consumidor pode ser prejudicado pelas comparações de “menor qualidade” que estariam sendo feitas pelo Google Shopping.

O Google, que terá 15 dias para se manifestar, informou que ainda não foi notificado e “não tem conhecimento de qualquer processo nesse sentido”.

Será que isso tudo é mera coincidência?

[via correio24horas]
Compartilhe Também:

Comentários(2)

Deixe seu comentário