Google muda algoritmos de pesquisa na mira dos fraudadores digitais

A idéia é fazer com que os sites de “baixa qualidade” percam relevância nos resultados e não apareçam nas primeiras páginas das consultas, a exemplo das chamadas “fazendas de conteúdo”, que são sites que publicam diariamente milhares de artigos com palavras-chave populares (como “Justin Bieber” ou “Lady Gaga”) mas no final eles não dizem nada de realmente útil sobre o assunto, o objetivo é apenas enganar os motores de busca e ganhar dinheiro com anúncios publicitários e spam.

“Esta atualização é destinada a reduzir o ranking dos sites de baixa qualidade – sites que são de baixo valor agregado, webmasters que copiam o conteúdo de outros sites ou simplesmente não são muito úteis para nossos usuários”.

“Nós não podemos fazer uma grande melhoria sem afetar o ranking de muitos sites. Alguns vão subir e alguns vão descer. O Google depende do conteúdo de alta qualidade criado por sites maravilhosos ao redor do mundo, e nós temos a responsabilidade de promover um ecossistema saudável na web. Portanto, é importante que sites de alta qualidade sejam recompensados, e foi exatamente para isso que fizemos a mudança” diz o Google em seu blog.

A mudança por enquanto foi introduzida apenas nos Estados Unidos, e deve ser implementada gradualmente nos outros países.

Compartilhe Também:

Comentários(2)

Deixe seu comentário