Curso e vídeo grátis sobre adestramento canino

Nunca devemos correr atrás de um cachorro fujão! Ele sempre será mais rápido que nós. Se ele foge, é porque esta com medo. Correr atrás dele será dar-lhe a certeza de que queremos pegá-lo.
Para se ensinar ao cão a pegar um objeto, começa-se sempre com algo que ele goste.
Uma bolinha, um pedaço de pau, um pedaço de corda enrolada, um frisbee, qualquer coisa. E, depois transformamos a brincadeira em jogo sério.

Se o cão já é adulto ou se, simplesmente, ele não pega nada por já ter sido traumatizado, temos que tentar outro método.

Todas as vezes que se quer ensinar algo novo a um cão, temos que mostrar, o quanto antes, o final do exercício.

Quando você coloca algo na boca do seu cão ele logo irá pensar que terá que engolir aquilo, exatamente como você faz com os remédios.
Para que ele não se sinta desconfortável, tão logo você introduza o objeto em sua boca retire-o, acompanhado de um comando.

Usaremos o comando “Busca!” para o cão pegar o objeto e “Aus!” para o cão largar o objeto.
Então, ao colocarmos o objeto na boca do cão daremos o comando “Busca!” e, em seguida “Aus!” para ele soltar o objeto nas suas mãos. Jogue o objeto no chão para mostrar-lhe que acabou o exercício e dê uma corridinha com ele para brincar, elogiando-o muito. Depois, repita a mesma coisa por umas três vezes e, aí, poderá começar a aumentar o tempo que ele deverá segurar o objeto, sempre mais um segundo cada aumento.

Quando ele estiver segurando o objeto por um minuto aproximadamente, comece a ensiná-lo a andar com o objeto na boca. Na primeira vez ele irá tentar cuspir o objeto.
Insista até que ele dê um passo e mande-o soltar o objeto. Faça bastante festa, dê uma corridinha e poderá voltar ao exercício novamente.

Depois, dois passos, três, quatro, até ele sair andando com o objeto na boca. Daí para a frente é muito fácil.
A próxima etapa será fazê-lo pegar o objeto no chão.
Essa etapa só poderá ser iniciada quando o cão já estiver pegando o objeto sem problemas ao ouvir o comando “Busca!”.

Para iniciar essa etapa temos que fazê-lo pegar o objeto vindo de baixo e não mais colocá-lo em sua boca.

Vamos abaixar cerca de um centímetro de cada vez até que ele pegue o objeto encostado no chão.
A próxima etapa será fazê-lo dar um passo para pegar o objeto no chão.
Depois dois passos até ele sair correndo para buscar o objeto e trazê-lo em suas mãos.

Dá trabalho, mas é muito fácil

Você tem três maneiras de ensinar a seu labrador a trazer e entregar a bolinha. As três requerem muita paciência:
1. Utilizando uma guia longa ou um cordão de nylon – Se ele já gosta de trazer, não poderá fugir. Recolha a guia longa muito lentamente, sem forçar jamais, até que ele esteja perto o suficiente para você colocar a mão na bolinha que está na boca. Faça carinho, brinque com ele até que solte a bolinha.
Não puxe ou tente tirar a bolinha de sua boca à força. Se fizer isso ele irá segurar com mais força e puxar contra, achando que faz parte da brincadeira. O objetivo é trocar a bolinha pelo carinho e elogios.

2. Utilizando uma isca que ele goste muito para “comprar” a bolinha. Nesse método também se usa a guia longa. Quando ele chegar perto o suficiente para que você consiga segurar a bolinha de sua boca, mostre o petisco e tente “comprar” a bolinha, pagando com o petisco.

3. Utilizando somente a própria brincadeira . Requer muito mais paciência, atenção e dedicação, mas é mais duradouro e a que eu, particularmente, mais aprecio.
Comece a brincadeira atirando a bolinha e indo você mesmo buscar. Repita esse mesmo procedimento umas três vezes.

Na quarta vez, quando ele pegar a bolinha, chame-a estenda a mão aberta e espalmada e peça-a para entregar a bolinha. Ele, claro, não vai entender…

Na primeira vez, para explicar, você vai até ele com essa mesma atitude: mão estendida, e pedindo… dá a bolinha… dá…?

Se ele fugir… JAMAIS corra atrás!

Se fizer isso, vai mudar o “prazer” da brincadeira e, em vez de buscar e trazer, o prazer será fazê-lo correr atrás dele, brincadeira, aliás, que os cães adoram.

Pare e permaneça parado até que ele perceba que você não o está perseguindo. Ele irá parar também. Nesse momento peça novamente a bolinha (claro, sem esperar que ele entenda), abaixe-se e insista um pouco. Como ele não irá entregar, vire-lhe as costas e comece a fazer outra coisa (como os cães, quando fazem “ouvido de mercador”), brinque com a grama ou com alguma coisa que estiver por perto. Tente mostrar que se ele não lhe entregar a bolinha, a brincadeira acabou.
Como ele ainda não deverá entender…, depois de fazer isso algum tempo (depende da sua sensibilidade: 15, 25, 40 segundos) peça a bolinha novamente. Repita esse procedimento umas três a quatro vezes e, como ele ainda não irá entender, vá embora.

Volte algumas horas depois para recomeçar a brincadeira.

Se ele soltar a bolinha no chão, vá até lá e jogue-a novamente, para que entenda, primeiro, que você quer continuar a brincadeira, e depois, que é preciso sua colaboração.

Observe sempre a reação de seu cão. São muito importantes os momentos de fazer cada procedimento.

Repita esse procedimento algumas vezes. E, novamente, pare de insistir.
Você vai perceber que, em dado momento, ele vai pegar a bolinha trazendo-a para soltar mais perto de você. NÃO PERCA essa oportunidade para pegar a bolinha e jogar novamente para ele pegar. Nesse momento, ele estará começando a entender que deve levar a bolinha para você jogá-la novamente.

Página 5

Compartilhe Também:

Deixe o seu comentário:

Fechar Menu