em

De César Augusto a Voltaire: o histórico da loteria

historia da loteria

O sonho de ganhar na loteria está presente na mente de muitos jogadores. Assim tem sido ao longo de toda a história, dado que as loterias fazem parte da vida do ser humano há muito mais tempo do que se possa imaginar.

Sabia que os primeiros sinais de um jogo parecido com a loteria datam dos tempos da Dinastia Han, na China, por volta do ano 200 a.C.?

Embora haja relatos na China Antiga a respeito desse jogo que era semelhante à loteria, a história nos conta que foi com o imperador César Augusto que o jogo foi lançado em moldes mais próximos daqueles que conhecemos nos dias de hoje.

Em seu tempo, César Augusto entendeu a necessidade de angariar fundos para fazer grandes reparações na cidade de Roma. Um aumento nos impostos levaria o povo romano para as ruas em forma de protesto, então, em vez de enveredar por essa opção, César Augusto decidiu lançar a loteria.

Dessa forma, seria possível angariar o dinheiro investido por quem jogasse, fornecendo uma premiação às pessoas.

Como sabemos, atualmente vários governos continuam a recorrer a loterias e outras formas de jogo como forma de angariar fundos para determinadas missões de ordem cívica.

Agora, no entanto, você já sabe que a organização de uma loteria com esse propósito nos faz recuar até a Roma Antiga.

Hoje em dia, além das loterias mais tradicionais, existe também uma gama de loterias online que reúnem múltiplas opções e tornam a experiência de apostas bastante simples.

Existem dois tipos de apostas na loteria online, conforme comentam sites especializados no assunto: apostas no resultado ou apostas em números.

No primeiro caso, os jogadores escolhem uma mesma quantidade de números e ganham os prêmios caso haja correspondência com esses mesmos números.

No segundo caso, os jogadores podem apostar em um único número retirado de uma loteria específica.

Com as apostas em números, a empresa pode definir seus valores premium e pagar prêmios diretamente aos clientes.

O histórico desse jogo, no entanto, não se construiu apenas sobre pontos relacionados à esfera cívica e governamental.

Personagens históricos famosos e falhas devidamente aproveitadas pelos mais sábios também fazem parte da sua linha do tempo. Vejamos…

Voltaire e a loteria

Essa história foi contada pelo historiador britânico Roger Pearson na revista Lapham’s Quarterly e ocorreu em 1719, na França.

Nessa época, a nação se encontrava perto da bancarrota depois de os bancos terem inventado instrumentos financeiros que transmitiam uma falsa sensação de abundância.

A necessidade de voltar a encher os cofres levou à criação da loteria francesa e Voltaire, escritor, ensaísta e filósofo, juntamente com o matemático Charles-Marie de La Condamine, se dedicou ao estudo das regras do jogo.

Aí, perceberam de que forma poderiam ter sucesso. Dado que cada bilhete custava um milésimo do valor da cota da dívida, quem possuísse uma cota pequena poderia comprar bilhetes por preços muito baixos.

Se a cota fosse mil francos, cada bilhete custaria apenas um e, mesmo com um investimento inferior, o apostador teria as mesmas chances de quem comprasse cotas mais caras.

Dessa forma, Voltaire e La Condamine adquiriram a maioria dos bilhetes assim que foram lançados, com todas as cotas de pouco valor existentes.

O modelo preconizado pelo governo francês não era sensato em termos matemáticos, e Voltaire e La Condamine conseguiram explorar essa debilidade no jogo.

Durante vários anos, Voltaire, La Condamine e um grupo de apostadores abastados foram investindo e ganhando sucessivamente até que o governo do país percebeu o que estava acontecendo.

A situação chegou à Justiça, mas não houve evidências suficientes à época para poder condenar os envolvidos que estavam tirando partido de um erro na criação do jogo.

Nos dias que correm, a loteria é um jogo mundialmente famoso, inclusive no Brasil. No entanto, muita coisa mudou desde a sua invenção, sendo possível atualmente, conforme comentamos, jogar até mesmo na loteria online, algo impensável à época.

Mas atenção: mesmo que você se esforce, não conseguirá encontrar uma “brecha” semelhante à que Voltaire e La Condamine descortinaram.

Assim sendo, vale a pena torcer para que a sorte esteja a seu lado e você seja o premiado.

Publicado por Ivanilton Quinto

Empresário viciado em tecnologia, Ivanilton Quinto adora desenvolver e brincar com soluções que tenham o poder de facilitar nossa rotina digital!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Onde encontrar imagens gratuitas para seus trabalhos e projetos

Drones: Conheça suas diversas aplicações