Entenda como Funciona o Bafômetro

como funciona o bafômetro?

Em 19 de junho de 2008 foi aprovada a Lei 11.705, que determinava que qualquer motorista que tivesse um nível acima de 0,1 mg de álcool por litro de sangue seria autuado, recebendo uma multa (R$ 2 mil), perdendo a carteira de habilitação por 12 meses e ainda podendo ser preso (dependendo da quantidade da substância por litro de sangue). Em 2011 tal lei tornou-se mais severa, não admitindo nenhum nível de álcool no sangue. Mas, como esse nível é medido?

Quando tomamos alguma bebida que contenha álcool em sua composição, o processe de absorção pelo estômago e a mistura dele com o sangue é extremamente rápida, já que o sangue passa pelos pulmões, moléculas de álcool acabam se alojando no mesmo, e são expelidas do corpo quando respiramos ou sopramos, é nesse processo que podemos descobrir se a pessoa bebeu ou não. Para medir o nível de álcool no sangue, os policiais usam um aparelho eletrônico chamado etilômetro, apelidado de Bafômetro aqui no Brasil, tal aparelho faz um cálculo aproximado do teor de álcool presente a cada litro de sangue em nosso corpo.

Para ocorrer o cálculo, o sujeito precisa assoprar o aparelho por um canudo descartável, o ar expelido por seus pulmões contendo as moléculas de álcool ira passar pelo cano até encontrar uma célula combustível, quando o álcool entrar em contato com essa célula combustível, reações químicas irão acontecer e gerar elétrons, que consequentemente gerarão energia, essa energia é canalizada por um fio condutor extremamente sensível, que envia informações para um micro-chip no interior do aparelho, esse micro chip calcula o nível de álcool no sangue a partir da quantidade de energia gerada pelos elétrons gerados na reação química e envia essa informação para um visor no aparelho, informando em mg a quantidade de álcool por litro presente no sangue do motorista.

O uso do bafômetro não é obrigatório, porém, se o motorista se recusar a fazer o teste ira sofrer consequências: retenção do veículo até a apresentação de condutor habilitado e recolhimento do documento de habilitação. (artigo 165 do CTB). Por isso, aparelho é odiado por muitos motoristas que gostam de beber e dirigir em seguida, porém, depois que a lei entrou em vigor, podemos acreditar que muitas vidas foram salvas, pois o nível de acidentes de trânsito causados por vítimas alcoolizadas diminuiu bastante segundo dados divulgados.

A dica do Rotina Digital, é que você evite beber e dirigir em seguida, pois, se for parado, corre risco de até mesmo ser preso, ou no pior dos casos, causar um acidente de trânsito que acabe levando não só a sua vida, mas também de pessoas inocentes. Por isso, caso você beber, volte para casa de carona, Uber ou de táxi e busque o seu carro no dia seguinte.

Deixe seu comentário