Compartilhe com um Amigo:

Se você já assistiu Harry Potter e é fã da saga com certeza deve se lembrar da poção veritaserum, uma poção usada para que quem a beba fale somente a verdade. Essa poção também é conhecida em Hollywood como o soro da verdade, já apareceu em vários filmes de sucesso, mas será que esse soro realmente existe?

Quando ouvimos falar sobre o soro da verdade rapidamente pensamos em uma substância que coloca o paciente em um transe e não permite que este pense, fazendo assim com que seja possível falar somente a verdade. Boa parte dessa teoria está certa, porque existe de fato uma substância que faça com que o paciente perca a capacidade de pensar, porém ele não entra em nenhum tipo de transe e isso não garante totalmente que somente a verdade será dita.

A teoria da existência de algum composto que fosse capaz de induzir o usuário a falar somente a verdade surgiu por volta de 1915, quando o obstetra Robert House notou que mulheres que estavam sedadas em trabalho de parto começavam a contar aleatoriedades sobre as suas vidas e quando perguntadas sobre algum assunto pareciam falar com sinceridade. Em 1922 os sedativos foram aplicados em dois suspeitos que negaram o crime e foram inocentados.

O pentotal sódico é uma substância sedativa que inibe parte das capacidades do córtex, a parte do nosso cérebro responsável pelos pensamentos, pela memória, atenção, consciência, e linguagem, elementos fundamentais na hora de desenvolver uma mentira (como tentar disfarçar um idioma clandestino) e lembrar uma verdade. Por mais que pareça útil, o pentotal sódico não afeta qualquer pessoa e seus efeitos colaterais se a dosagem for administrada de uma forma errada podem ser fatais.

Na imagem a abaixo você vê Michael Mosley, da rede de TV americana BBC recebendo doses do pentotal sódico, ao sentir que começava a sofrer os efeitos da droga, descrevia a sensação de euforia e dificuldade na tomada de decisões, quando perguntado sobre o seu nome e trabalho mentiu ser um cirurgião, pediu então que fosse aumentada a dose da substância, que o fez responder rapidamente as mesmas perguntas feitas anteriormente sem pensar, porém corretamente, o único problema é que logo após caiu em um sono profundo.

Outras drogas como o ecstasy, a maconha e o LSD, que deixam o usuário fora de si e com uma sensação de relaxamento já foram usadas como soro da verdade, porém, nunca foi possível achar qualquer formula que resultasse em algo que impossibilita qualquer pessoa de falar mentiras. Nos dias de hoje a ONU abomina toda e qualquer tentativa de criação ou utilização de soros da verdade, considerando a aplicação dessas substâncias como uma forma de tortura.

Se você está pensando em comentar algo perguntando como fazer o soro da verdade, desista, podemos te dar a certeza de que não fazemos a mínima ideia de como produzir o pentotal sódico e mesmo se soubéssemos estaríamos cometendo praticamente um crime. Isso também não quer dizer que você não possa comentar sobre quem você usaria como cobaia para testar o soro, então comente logo!

Deixe o seu comentário:

Fechar Menu