Japoneses trasformam fezes em carne de hambúrgueres


O cientista japonês Mitsuyuki Ikeda detonou de vez a teoria Malthusiana sobre a falta de alimento no mundo, agora o ser humano vai ser capaz de produzir o seu próprio alimento sempre que tiver vontade de ir ao banheiro. (Vídeo ao final)

Ikeda, que trabalha no Laboratório de Okayama, desenvolveu bifes de hambúrgueres baseados em proteínas retiradas de excrementos humanos (fezes).

Os especialistas extraíram as proteínas e a combinaram com um elemento que ao ser colocando em um reator, cria a carne artificial. O produto tem 63% de proteínas, 25% de hidratos de carbono, 3% de lipídios e 9% de minerais.

Para dar uma melhorada no aspecto a carne é tingida de vermelho com corantes alimentares e o seu sabor é aprimorado com soja. Em testes experimentais os cientistas afirmam que pessoas que comeram as fezes o invento relataram que o sabor era delicioso e bastante semelhante ao da carne convencional.

Apesar de suas origens fora do comum, os cientistas argumentam que a nova carne é ecologicamente correta, além de que, a criação de gado em grande escala é uma fonte geradora de gases responsáveis pelo efeito estufa.

A “nova carne” é atualmente de 10 a 20 vezes mais cara que a original, isso devido aos custos da pesquisa, no entanto, Ikeda espera reduzir os custos ao longo do tempo e que o apelo ecológico possa ajudar os consumidores a superar qualquer barreira psicológica contra o produto.

Particularmente eu prefiro virar vegetariano e você comeria o “Shit burger”?

[via dailymail]
Compartilhe Também:

Deixe seu comentário