Compartilhe com um Amigo:

barreira do som

Jatos das forças aéreas movidos pelas mais potentes turbinas super sônicas que existem no mundo, esses são os veículos que protegem os céus dos países que levam as suas marcas. Um dos seus modelos mais poderosos é o MIG 25 e, segure-se, ele pode atingir inacreditáveis 3000 km/h e voar a até 24000 metros do chão.

Esses jatos são equipados com as mais poderosas armas existentes no mundo (claro, excluindo as armas nucleares e super bombas), tudo para garantir que as missões mais impossíveis sejam concluídas com sucesso sem que estes sejam percebidos. Você pode ver um pouco mais sobre como os jatos conseguem se tornar quase invisíveis e indetectáveis lendo a nossa matéria sobre Como funcionam os aviões invisíveis?

Por que falar sobre jatos silenciosos em uma matéria sobre som? Simples, porque eles são os únicos veículos que conseguem ultrapassam a barreira do som. Legal, mas o que é a barreira do som?

A barreira do som é a velocidade máxima que algum corpo pode atingir sem atropelar as ondas sonoras emitidas por si próprio, explicando de uma maneira mais fácil, é quando os jatos ultrapassam a velocidade de propagação do som que eles mesmos emitem.

Ao se movimentar no ar, uma barreira em forma de funil se projeta saindo da ponta do jato e indo para o seu lado oposto, como se fosse um rastro. Quanto mais o jato acelera e aumenta sua velocidade, mais o funil vai diminuindo e se aproximando de suas asas e, aos 1200 km/h, esse funil atinge seu corpo, causando um estrondo parecido com uma explosão, nesse momento a barreira do som foi quebrada.

Mais rápido que seu próprio som!

Por que aos 1200 km/h? Porque essa é exatamente a velocidade de propagação do som, como o jato ultrapassa essa velocidade, nenhum outro estrondo será emitido, pois mesmo que as ondas sonoras continuem a se propagar, elas ficaram para trás, já que o corpo que emite os ruídos é mais rápido que o próprio som.

Abaixo temos um vídeo onde você vê um compilado de clipes de jatos ultrapassando a barreira do som e causando aquele estrondo parecido com uma explosão.

Curiosidades sobre o assunto

A primeira vez que a barreira do som foi quebrada foi em 14 de outubro de 1947, quando o piloto Chuck Yeager tentou realizar uma manobra de queda livre com o seu Bell X-1 das forças aéreas dos Estados Unidos da América.

O primeiro homem a quebrar a barreira do som sem usar um jato foi o austríaco Felix Baumgartner, que pulou de 39 km de altura, ou seja, da estratosfera da terra. Felix atingiu incríveis 1342 km/h 4 minutos e 20 segundos antes de abrir seu paraquedas. O feito foi registrado como um recorde mundial do primeiro homem a quebrar a barreira do som em queda livre e o salto em queda livre mais alto da história.

 

Deixe o seu comentário:

Fechar Menu