Sites pornográficos agora terminaram em .xxx [vídeo]

O ICANN, órgão ligado ao Departamento de Comércio dos EUA e que distribui os endereços globais de internet, aprovou a concessão do nome de domínio de nível superior (equivalente a .com e .net) “.xxx” para distinguir os sites pornôs. A discussão sobre o sufixo “.xxx” já se arrastava há 11 anos. [vídeo no final]

A proposta vem sendo debatida e adiada desde 2000 devido a oposição de políticos e grupos conservadores, inclusiva a própria indústria pornográfica, com o argumento de um sufixo específico acabaria favorecendo à censura.

” Os opositores afirmavam que se os países pudessem bloquear domínios inteiros, isso poderia levar a uma balcanização da internet.” Dengate Thrush, advogado especialista em Internet e presidente do conselho de administração do Icann, descartou essa preocupação ao afirmar que o conteúdo adulto está na Internet independentemente de se o site terminar em .gay ou em qualquer outro dos sufixos existentes. O conteúdo “não muda se o site se transformar em .gay .xxx ou outro…”, explicou.

A votação não foi unânime. Nove membros do conselho da Icann foram a favor, mas três foram contra e quatro se abstiveram.

A aprovação, afirmou o site da revista “Wired”, ainda foi contrária à recomendação do Comitê de Aconselhamento do Governo da Icann.

Estima-se que existam cerca de 370 milhões de sites pornográficos na Internet, o que significa que “.xxx” pode se tornar o sufixo mais usado da web, talvez até superando o “.com”, 213 mil domínios já estão reservados para quando “.xxx” entrar em funcionamento.


[via Info]

Leia também:

Compartilhe Também:

Deixe seu comentário