Compartilhe com um Amigo:

A Microsofit ajudou a detonar a maior rede de span do mundo com ajuda de autoridades federais dos EUA, na ação foram encerrados vários servidores do “botnet” Rustock, que infectou cerca de um milhão de computadores em todo o mundo.

Os servidores derrubados enviavam cerca de 30 bilhões de spans por dia, segundo a empresa de segurança eletrônica Symantec, o Rustock era responsável 50% de todo spam que circulam pela internet.

Veja também

O aparente empenho da Microsoft na luta contra os spamers não é um mero ato de bom samaritanismo, mas sim uma ação comercial. Os e-mails falsos prejudicam os negócios de Bill Gates, pois muitos deles contém vírus que se aproveitam das vulnerabilidades do Windows, além de sobrecarregar os servidores da empresa com o tráfego desnecessário de e-mail.

Apesar do sucesso da operação, os especialistas questionam se o fim do botnet vai de fato reduzir o volume global de spam, ou mesmo se em algumas semanas assistiremos o retorno da rede.

Veja Também

Este post tem um comentário

  1. Que texto mal escrito! Por favor, faça uma revisão, urgente!

Deixe o seu comentário:

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: