Hackers invadem de empresa de serviços médicos para jogar Call of Duty


O caso aconteceu nos EUA com empresa Seacoast Radiology, que começou a alertar os seus clientes para o fato de os seus servidores terem começado a sofrer os ataques desde Novembro do ano passado.

Os servidores continham os dados pessoais e histórico medico de cerca de 230 mil clientes da empresa, mas este não era o objetivo dos hackers, informou a imprensa local.

Apesar de os responsáveis da empresa terem pensado que os dados poderiam ter sido acessados e modificados pelos hackers, notaram que estes tinham permanecido intactos, pois aparentemente o único objetivo dos autores da invasão, originários de um país da Escandinávia, era utilizar o espaço e a banda larga dos servidores da empresa para jogarem em rede o jogo Call of Duty: Black Ops, o último título da série.

Fonte: sol.sapo.pt

Compartilhe Também:

Deixe seu comentário