Jovem decide amputar a própria mão para implantar prótese biônica

Milo (26) nasceu na Sérvia, mas vive na Áustria desde a infância, ele ficou famoso depois de tomar uma decisão inédita, amputar a própria mão para colocar no lugar uma prótese biônica.

Sua escolha não foi por modismo, apesar de visualmente intacta a mão biológica de Milo estava completamente inerte. Há dez atrás ele teve um grave acidente de moto e seu ombro direito sofreu uma lesão no plexo braquial que deixou o braço sem movimento.
Depois de ser submetido a uma cirurgia em que foram colocados músculos e nervos retirados de uma de suas pernas, Milo recuperou a mobilidade do antebraço, mas não permaneceu paralisada.

Uma outra operação envolvendo o transplante de tecidos musculares e nervosos em seu antebraço também não conseguiu recuperar os movimentos da mão, mas fez aumentar o sinal elétrico passado de seu cérebro para seu antebraço, o que era o suficiente para movimentar uma mão biônica. Foi então que o jovem tomou a decisão da amputação voluntária.

A mão biônica está ligado ao sistema nervoso central com dois sensores colocados na pele do antebraço, fabricado pela empresa alemã de Próteses Otto Bock, ela pode comprimir-se e agarrar objetos em resposta a sinais do cérebro.

“A operação vai mudar minha vida, estou há 10 anos com esta mão inerte e nada melhor pode ser feito”.
Disse Milo antes da cirurgia no Hospital Geral de Viena.

A operação comanda pelo Dr. Oskar Aszmann (que fez a primeira desse tipo em 2010 no paciente da foto) gerou uma grande controvérsia entre os outros médicos que defendem que esforços devem ser focados sempre na recuperação dos membros físicos. Alheio a polêmica, Milo está feliz com sua decisão.

Eticamente incorreto ou funcionalmente bem sucedido?

[via BBC]
Compartilhe Também:

Comentários(4)

Deixe seu comentário