Compartilhe com um Amigo:

O governo da Coreia do Sul anunciou a sua intenção de eliminar das escolas os livros tradicionais (papel), a previsão é que até 2014 todo material didático dos níveis elementares de ensino sejam digitais e em 2015, eles querem estender os moldes digitais para toda a educação escolar.

Veja também

Por enquanto o ministério de educação sul coreano ainda está para anunciar a marca ou modelo dos equipamentos que vão comprar, mas estimam investir 2,4 bilhões dólares no projeto de educação digital.
Um dos principais beneficiados pela medida pode ser Samsung, pois dificilmente o governo optaria por usar um iPhone ou iPad para as suas escolas ao invés de um produto produzido por uma empresa local.

Algumas escolas do país já eliminaram os livros de papel e adotaram ebooks didáticos lidos pelos alunos a partir de notebook, mas o governo pretende substituir os aparelhos por smartphones ou tablets até o final do processo.

O projeto trouxe o debate sobre a melhor forma de assimilação de conteúdo pelos alunos, se a partir de telas digitais ou material impresso.

As telas em dispositivos móveis especialmente smartphones são consideravelmente menores do que uma página de um livro, seriam elas tão eficazes quanto os livros didáticos atuais.

[via technologyreview]

Veja Também

Deixe o seu comentário:

Fechar Menu